Pop da semana – Nº 6

Depois de uma semana acompanhando a (fraquissíma) E3 2012, vamos ver o que rolou além disso, na semana passada? A Pop – 6 está no ar!

Tudo entre 04/06 e 09/06/12

Monster em Junho pela Panini

Edgar: De todos os anúncios feitos pela editora ano passado, Naoki Urasawa era o que mais esperava. Ainda me parte o coração olhar pras minhas Monsters da Conrad aqui, incompletas, e ver que agora irá até o fim é empolgante! Monster é uma das obras mais divertidas que tive a oportunidade de ler e possui um vilão que rivaliza direitinho com Nina Myers e Griffith no aspecto “vilões” fodas. Além disso, a trama não perde o ritmo e a jornada do médico que perdeu tudo por causa de um paciente que ele salvou é deliciosa. O melhor é saber que a Panini ainda tem mais Urasawa reservado! Que venha logo 20th Century Boys!

Off-topic: Além de Monster, o lançamento do último no número de Ouran é digno de menção. Um dos shojos mais cativantes por aqui finalmente chega ao fim.

Wagner: Monster é um ótimo mangá. Digo isso porque o anime não chega nem perto da grandiosidade da obra. Vale muito a pena conferir!

LucasDiz a lenda, que Monster é melhor no mangá que no anime… Se realmente for isso, serei uma pessoa que irá acompanhar fielmente essa série.

Sony mais acessível: Jogos de PS3 oficiais no Brasil tem preço reduzido para 150,00 e Ascension será dublado e legendado em PT-B

Greco: Mais uma vez o Brasil sendo reconhecido como grande consumidor e usuário no mundo dos games, é uma boa notícia, mas ainda não abate os preços de fora (cerca de de 1/3 mais barato do que do valor no Brasil). Ainda sonho com um Brasil sem (TANTO) imposto.

Adriano: Hahaha! Só pode ser piada! Se for pra reduzir, reduz direito, né! Reduzir o preço dos jogos para 150 reais vai continuar mexendo muito no bolso de quem paga! Ao menos o preço do console terá uma redução considerável.

Edgar: 150,00 é quase um preço pagável para lançamentos. Quase! O dia que a Sony conseguir alcançar o preço de R$ 120,00 da concorrente, paro de importar meus jogos e dou preferência aos daqui de olhos fechados! Já Ascencion dublado e legendado, opto pelo legendado e agradeço inclusive pela opção. Acho mais imersivo na experiência original da obra!

Wagner: O mercado brasileiro é complicado no quesito jogos. Essa jogada da Sony, já adotada por outras produtoras (Ubisoft, por exemplo), é ótima e sinaliza boa intenção do lado da Sony. Temos que aguardar um sinal, também, do governo brasileiro, para que os games possam se tornar, cada vez mais, acessíveis a todos que desejam consumir tais produtos.

LucasBem, já é um começo… Mas desde quando R$150,00 é um preço acessível?

Transformers 4 será o ultimo de Michael Bay na franquia

Já imaginou um filme desse cara com o Uwe Boll?

Greco: Não estou surpreso,os filmes nunca tiverão muita história,eram apenas desculpas para mostrar cenas de ação incriveis com robos gigantes se transformando e explodindo prédios…

Adriano: Muito bem! Adoro ver como os diretores conseguem destruir o nome de franquia de filmes tão rápido! Um filme que ficou famoso por sua história (sou fã de Transformers) se tornou um lixo que contou com troca de atores do nada e a perda do foco nos robôs da história! Ainda sou a favor da volta da Megan Fox. Pelo menos assim, conseguiram alguma bilheteria!

Edgar: Só Transformers? Ainda dá tempo de você abandonar TUDO, sr Bay! Inclusive, abandone o Tarturugas Ninjas antes que você estrague outra franquia, pode ser?

Wagner: Depois do que vi em Transformers 3, não espero nada de Transformers 4. Tomara que esse último filme com Michael Bay seja também o último dessa franquia.

LucasPronto, mais um filme aonde terá todo o tipo de ação frenética e explosões e robôs e explosões e mais robôs e mais explosões, menos história. Poxa, porque não fazem uma coisa bacana como fizeram no jogo “War Of Cybertron”?

Seriado baseado em Pânico em desenvolvimento pela MTV

Adriano: Série de um homem fantasiado! Será que não estão abusando, não? Opinião própria: Um grande fiasco. Se realmente fizerem a série, não passa de duas temporadas mal sucedidas.

Edgar: Acreditem ou não, Pânico 4 foi um dos filmes mais divertidos que assisti ano passado. Acho que por causa disso, vejo potencial na série. O que tento processar aqui é como será a estrutura. Não consigo ver uma estrutura inteligente o suficiente a ponto de manter o suspense por toda uma temporada e, quem sabe, por várias temporadas.

Wagner: Os seriados da MTV são pra lá de esquisitos. Entretanto, até acho que o Pânico (filme) combina com o estilo da emissora.

LucasTudo bem que o Pânico 4 foi muito bom, mas seriado? Pra quê?

Filme sobre Liga da Justiça já tem roteirista e elogios de Mark Millar

Greco: A DC piiiiraaa nos Vingadores! (Acho que não será uma resposta a altura viu?) Sem medo de queimar a lingua.

Adriano: Sempre acreditei que um filme da liga da Justiça não daria muito certo, principalmente pelos personagens terem histórias muito marcantes e ficaria muito difícil de balancear tantos heróis em um filme apenas. Sem contar que como muito dos personagens não tem filme individual ficaria meio no ar suas participações. Mais não descarto um bom filme!

Edgar: A DC diz que o filme está sendo produzido há muito tempo e que nada tem a ver com “Os Vingadores”. Mark Millar disse que o roteiro está sombrio e que confia no projeto. Eu observo toda a movimentação, descrente. Ano que vem, temos Superman do Snyder pra ver se a DC tá melhorando no que toca seu filmes ou não.

Wagner: Andam dizendo que o filme da Liga da Justiça não é uma consequência dos Vingadores. Pra mim, esse longa é muito mais que uma consequência, é uma obrigação. Infelizmente, baseado em todos os filmes da DC, temo que a empreitada será um fracasso se não encontrarem um cara como Christopher Nolan ou Joss Whedon para fazer tudo funcionar.

LucasÉ… A “Vingadores-mania” já está começando a fazer efeito… E na boa? Quero ver como eles vão fazer um filme da liga, sendo que já tem dois filmes (Batman e Superman) não vão ter qualquer tipo de ligação entre eles (cá entre nós, foi isso que fez dar certo com os filmes da Marvel).


Reboot do Lanterna Verde sem Ryan Reynolds

Adriano: Virou clichê regravar filmes que não fracassaram? Não sei daonde vem tamanha ignorância em acreditar que as pessoas esquecerão do filme anterior.  Acho que seria mais interessante e menos covarde focar em uma história mais inteligente e fazerem um segundo filme com o mesmo elenco. Assim, ao menos, seguiriam a história feita há tão pouco tempo sem recorrerem a um artifício de desses. De qualquer modo, um filme do Lanterna Verde não ficaria muito bom, nem assim! Herói muito sem graça!

Edgar: Reboot de um filme que não tem nem um ano de idade? Isso é verdade mesmo? E a culpa nem foi tanto do Ryan Reinolds. Se o filme tivesse tido uma direção competente e um roteiro amarradinho e não tão previsível, as pessoas até relevariam a atuação do cara e engoliriam o filme. O pior é que, de antemão, já sei que irei conferir o filme nos cinemas. Eu e muita gente por aí!

Wagner: A culpa pelo fracasso do primeiro filmes não foi só dele…

LucasNão adianta DC, vai ser ruim do mesmo jeito…

Mais Pop agora, só semana que vem! Mas continuem visitando porque essa semana tem “Branca de Neve e o caçador”, mais jogos indies, Glee e muito mais!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s